segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

O "toque" cirúrgico de uma criança!


Ontem à noite, ao aconchegar a minha Margarida de 5 anos na cama disse-me ela, por entre beijinhos e abraços...
"- Sabes, Mamã... Tenho saudades de quando esfregavas a tua cabeça na minha cara e estava lisinha, de quando te dava beijinhos na careca!"

Eu sempre assumi a minha doença, o meu tratamento e a minha careca! Os miúdos sempre acharam imensa piada ao facto de eu estar sem cabelo e, talvez porque para mim nunca foi drama, para eles também não... mas já há pouco mais de 1 ano que tenho cabelo - é bastante tempo!

Retomou...
 "- Sei que vais ficar chateada, mas eu sei que vais voltar a ficar carequinha e eu não vou ficar zangada contigo! Vou gostar tanto de te abraçar e de te dar miminhos quando estiveres assim, lisinha!"
Dei-lhe um abraço esmagador e respondi: "Zangada porquê? Fico feliz por gostares de mim de todas as maneiras assim como eu gosto de ti - SEMPRE!"

Aninhei-a, mais um pouquinho e sai do quarto. Mesmo a tempo das minhas pernas perderem a força e eu cair sobre elas.

São coisas de criança, claro! - Mas a clareza e a facilidade com que os nossos filhos conseguem ver o nosso coração para além das palavras é realmente tão fantástica quanto capaz de me deixar assoberbada!

Serei eu tão transparente ou ela tão cirúrgica???